RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

-QUE CULTURA!!! (herrar é umano)


A MÃO PESADA DA LEI - 11 SÃO CONDENADOS - PENAS SOMAM 125 ANOS

Onze são condenados a mais de 125 anos por fraudes na exploração de madeira
07/11/14 14:00

Onze pessoas denunciadas pelo Ministério Público Federal por fraudes na comercialização de madeira foram condenadas pela Justiça Federal no Pará a penas que, somadas, superam os 125 anos de prisão. Os crimes foram descobertos durante a Operação Ouro Verde, deflagrada pela Polícia Federal e outros órgãos em outubro de 2005, em várias municípios paraenses. O principal objetivo da organização era o enriquecimento criminoso de seus integrantes e a exploração irracional de recursos florestais que causa danos ao meio ambiente.

A sentença condenatória de 143 laudas (veja aqui a íntegra), assinada no dia 28 de outubro passado pelo juiz federal Rubens Rollo D’Oliveira, da 3ª Vara Federal, especializada no julgamento de ações criminais, foi divulgada somente nesta sexta-feira (07). Os 11 réus incluem-se entre os mais de 30 que foram originalmente denunciados pelo MPF e vários deles condenados em outros processos que já se encontram em grau de recurso. Os condenados na sentença de agora ainda poderão recorrer ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com sede em Brasília (DF).

Os réus Talles Roberto Furlan e Maria Raquel Pereira da Silva foram punidos com as penas maiores, de 25 anos e seis meses de reclusão e de 19 anos e cinco meses, respectivamente. Genaldo Ferreira da Silva, Sidnei Hoffmann, Roberto Charles Ramos de Melo, Renato Antônio Monteiro Bernardes, Juliana Silva de Oliveira e Sandoval Ramalho de Oliveira foram sentenciados, cada um, a dez anos. Para os réus Alan Mota da Silva, Paulo Roberto Vieira Negrão e Analu Silva da Costa, a pena imposta a cada um foi de oito e quatro meses. Em relação à denunciada Valdira Alves de Araújo, os crimes já estavam prescritos, ou seja, o prazo legal que permitiria à Justiça Federal condená-la já havia expirado.

Perdimento - Na mesma sentença, a Justiça Federal decretou o perdimento, em favor da União, de seis veículos, vários telefones celulares, material de informática, cheques e outros bens que estavam em nome dos réus e foram apreendidos durante a Operação Ouro Verde. As armas e munições foram encaminhadas ao Comando do Exército.

De acordo com a denúncia, os réus integravam uma rede criminosa, armada e especializada na fraude de ATPFs (Autorizações de Transporte de Produtos Florestais), documento indispensável para o transporte de madeira. Também foram comprovados crimes de corrupção de servidores públicos federais e estaduais, falsificação de notas fiscais, estelionato, uso de documentos falsos, receptação de produtos de origem ilícita e transporte ilegal de produtos florestais. Além disso, os acusados criavam obstáculos e dificuldades à ação fiscalizadora do Poder Público no trato de questões ambientais. A denúncia menciona que alguns denunciados distribuíam propina a policiais militares e funcionários da Secretaria de Fazenda do Estado do Pará (Sefa).

Conforme a denúncia, a organização criminosa operava em estruturas bem divididas, com distribuição de funções, formando-se diversos núcleos de atuação. No Estado do Pará, atuava nos municípios de Tailândia, Jacundá, Tucuruí, Paragominas e Belém. No Estado de Goiás, em Goiânia e Aparecida de Goiânia. No Maranhão, alcançava Buriticupu e Itinga. E teria também ramificações nos Estados de Rondônia e Mato Grosso.
Fonte: Site da Justiça Federal - Seção Judiciaria do Pará

QUEDA DE BRAÇO CARNAL

FRIARA VERSUS FRIVATA! QUEM VENCERÁ??

Itaituba, apesar de muitos acharem que não, ainda é regida pelas velhas práticas politiqueiras, onde o que prevalece são interesses escusos-pessoais-financeiros. Como exemplo do que falo, o primeiro turno das eleições gerais de 2014, quando várias ‘lideranças’, ‘caciques’, donos de ‘gado marcado’ tentaram impor essa suposta liderança aos eleitores e apoiaram candidatos de fora do oeste do Pará, candidatos estes claramente contra a nossa tão sonhada divisão territorial.

Mas o intuito dessa postagem é falar sobre essa eterna briga entre os dois abatedouros de Itaituba, Friara e Frivata. Quanto a essas lideranças, irei falar em outra postagem e acerca do voto do medo.

Para quem chegou há pouco em Itaituba e região, todos sabem a procedência da carne consumida na mesa dos itaitubenses e, com a abertura das duas empresas acima, ficamos mais tranquilos sobre a origem desse produto e seus derivados.

Sabemos, também, que a questão da higiene quanto ao manuseio-exposição da carne pelos açougueiros, sofreu alterações consideráveis para melhor. Mas, ainda há muito o que se fazer, principalmente quanto à vestimenta desses trabalhadores!

Vamos voltar à briga. Itaituba tem mercador consumidor para atender os dois abatedouros, pois possui diversos supermercados de grande porte, centenas de açougues e restaurantes, além de abastecer regiões garimpeiras mais próximas. Mas apesar de todo esse potencial, seus proprietários não têm visão holística sobre todo esse potencial consumidor, haja vista que se engalfinham em uma luta, que traz como perdedores os consumidores, os mais prejudicados e tais empresários, que têm que cumprir com suas obrigações trabalhistas (salários, INSS), fiscais e judiciais (essas ações de F1 contra F2 e vice-versa, têm custas pois, paga-se advogado e custas judiciais) e, sem dinheiro em caixa, tudo atrasa e resta aos dois empresários recorrer à usura ou ao banco, que dá na mesma. Quanto à população, na falta de carne bovina, consome frango e peixes. E os preços disparam pelo aumento do consumo!

Diante dessa briga ensandecida, sobram acusações levianas e perda de tempo, haja vista que os dois trabalham, e desperdiçam tempo e dinheiro, procurando falhas no concorrente, quando deveriam atentar-se para sua empresa e corrigir possíveis falhas, que vão ficando pelo caminho. Entre uma dessas falhas, é a entrega da carne aos açougueiros quase ao meio dia.

Enquanto isso, se opondo grupo político A e B, onde se usam todas as armas, principalmente as sanitárias, a população continua consumindo carne sem a devida higienização. Basta o setor de Vigilância Sanitária comparecer aos domingos na Feira da Cidade Alta (ruas 16ª e 17ª), quando diversos produtos de origem animal são vendidos ao ar livre.

Nessa guerra, o grupo da prefeita 'pediu', e teve, a cabeça do Secretário de Meio Ambiente. Mas alguns (algumas também!) maledicentes dizem que eu tenho parte nesse 'pedido'!!
Norton Sussuarana
Título RP

Friboi rompe contrato de R$ 45 milhões com Roberto Carlos


:
O grupo JBS rompeu o contrato de R$ 45 milhões que transformou o cantor Roberto Carlos no garoto-propaganda das carnes Friboi e dos produtos Swift.

Segundo o jornal "O Estado de S. Paulo", o rompimento provocou uma briga na Justiça em torno da indenização. O cantor queria R$ 7 milhões pela rescisão, enquanto o JBS aceitava pagar R$ 3,2 milhões.

A pesada estratégia de marketing montada em cima do cantor não teria surtido o efeito desejado pela marca. Nas propagandas, Roberto Carlos aparecia em um restaurante com um prato dizendo que tinha voltado a comer após quase 30 anos, com o refrão da música "O Portão", de fundo. No entanto, a peça virou piada na internet porque ele sequer tocou/ experimentou o produto no comercial.
O Mocorongo

domingo, 9 de novembro de 2014

Minério coloca Pará em 8º lugar no país


Ocupando a 12ª colocação entre os 27 Estados brasileiros, incluído aí o Distrito Federal, no tocante à formação do Produto Interno Bruto (PIB), o Estado do Pará ganha quatro posições e passa a ocupar o oitavo lugar quando o parâmetro passa a ser o PIB industrial. Essa variação põe em relevo, mais uma vez, o peso da atividade mineral na economia do Estado. Mais que qualquer outro fator, é a grandeza dos números relativos à indústria de mineração que explica essa singularidade num Estado cujo processo de industrialização é ainda incipiente.
Esse e outros dados, que fazem uma radiografia bastante detalhada do setor em todo o Brasil, foram revelados em estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Intitulado “Perfil da Indústria nos Estados – 2014”, o estudo vai fundo no detalhamento dos números, compondo um mosaico que retrata com bastante nitidez a realidade atual da indústria no país. Na pesquisa aparecem com desconcertante precisão, por exemplo, os números que atestam a fragilidade da atividade industrial na Região Norte e sua maciça concentração nas regiões Sudeste e Sul, as mais ricas e desenvolvidas do Brasil,
Para um PIB nacional de R$ 4,1 trilhões em 2011, base do levantamento feito pelo CNI, o Pará entrou com R$ 88,3 bilhões. O primeiro colocado foi São Paulo, com R$ 1,3 trilhão, vindo a seguir o Rio de Janeiro (R$ 462,3 bilhões) e Minas Gerais (R$ 386,1 bilhões), além de Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Distrito Federal, Bahia, Goiás, Pernambuco e Espírito Santo. Abaixo do Pará, na composição do PIB nacional, estão, entre outras unidades, Ceará, Mato Grosso, Amazonas e Maranhão.
Na composição do PIB industrial, as três primeiras colocações também pertencem, pela ordem, a São Paulo (R$ 304,1 bilhões), Rio de Janeiro (R$ 120 bilhões) e Minas Gerais (R$ 111,3 bilhões). O Pará permanece ainda atrás de Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Bahia, mas supera outras quatro unidades para chegar à oitava posição, ficando à frente do Espírito Santo, Goiás, Amazonas e Distrito Federal. O PIB industrial paraense, segundo o levantamento da CNI, foi de R$ 34,3 bilhões em 2011, sendo superado por pequena margem pelo da Bahia, que foi de R$ 3,6 bilhões.
Quando o cálculo tem como foco a participação da indústria no PIB dos Estados, o Pará assume a liderança absoluta do ranking nacional. Aqui, mais uma vez refletindo o peso avassalador da indústria extrativa mineral, a indústria responde por 38,9% do PIB estadual. O segundo lugar, em termos nacionais, coube ao nosso vizinho Amazonas, com 34,8% – um claro efeito produzido pelo pujante distrito industrial da Zona Franca de Manaus.
Em São Paulo, Estado que é considerado – com razão – a locomotiva econômica do país, a indústria tem uma participação relativamente modesta (22,5%) na formação do PIB. Os cinco Estados brasileiros onde a atividade industrial tem menor expressão econômica são, pela ordem, Distrito Federal (5,6%), Amapá (7,5%), Roraima (10,5%), Acre (12,3%) e Maranhão (15,6%).
O estudo da CNI mostra ainda um dado triste da realidade econômica do Pará, que continua sendo basicamente um exportador de matérias primas. O Estado, que no ano passado exportou quase US$ 16 bilhões, registra valores pouco expressivos nas vendas externas de manufaturados e produtos industrializados. Estes últimos somaram US$ 2,5 bilhões (15,9% do total) em 2011, segundo a CNI, enquanto os manufaturados ficaram em US$ 1,3 bilhão (8,4%).

SALÁRIOS
Um indicador em que o Pará faz bonito é o do salário industrial médio. Trabalhando com dados relativos a 2013, o estudo da Confederação Nacional da Indústria aponta o Pará na quinta posição em todo o Brasil, com salário médio na indústria de R$ 1.968,00. Também aqui, convém destacar, fica nítida a influência das grandes mineradoras, em especial a Vale, cujo padrão salarial puxa para cima a média no Estado.
Para que se tenha ideia, nesse indicador o Pará supera Estados bem mais ricos e desenvolvidos, alguns deles com alta densidade industrial, mas nos quais as outras atividades econômicas – como a agropecuária, o comércio e os serviços – são também suficientemente fortes para estabelecer um relativo equilíbrio na economia interna. São os casos, por exemplo, do Rio Grande do Sul, onde o salário médio da indústria fica em R$ 1.858,00, ou ainda de Minas Gerais (R$ 1.812,00) e mesmo de Santa Catarina (1.702).

-QUE CULTURA!!! (Herrar é umano)


Advogado é preso por estelionato e falsificação de documentos

Rodrigo Jennings

O advogado Rodrigo Jennings (foto) foi preso na manhã de hoje em Santarém, acusado de acusado de falsificar documentos públicos, inclusive a assinatura de um juiz, estelionato, falsidade ideológica, entre outros crimes. A informação é do Blog do Alailson.
A ordem de prisão partiu do magistrado Paulo Evangelista, titular da 4ª Vara Penal.
A gravidade do caso está sendo apurada, assim como as consequências que possam ter sido ocasionadas pela falsificação de assinaturas e documentos.
Preso, o advogado alegou desconhecer as acusações. A informação foi divulgada em primeira mão pelo Blog do Edy Portela.
Por telefone, o Blog do Alailson falou com o presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Santarém, Ubirajara Bentes.
Ele informou que a entidade acompanha o caso e o advogado Paulo Lola será designado para fazer a defesa do acusado.
São dois mandados de prisão contra Rodrigo, que deve ser recambiado para uma unidade penal na capital paraense.
O blog apurou ainda que o acusado conseguiu reverter duas decisões judiciais por meio de falsificação de documentos. A OAB vai iniciar um processo interno cujo resultado pode ser a cassação da inscrição de Rodrigo Jennings.
-Extraido do Blog do Jeso

sábado, 8 de novembro de 2014

Desmatamento disparou na Amazônia

Agora é oficial: o desmatamento na Amazônia disparou em agosto e setembro. Foram devastados 1.626 km² de florestas, um crescimento de 122% sobre os mesmos dois meses de 2013.
O governo federal já conhecia esses dados antes do segundo turno da eleição presidencial, realizado no último dia 26. As análises mensais do sistema de alertas de desmatamento Deter estavam prontas pelo menos desde 14 de outubro no Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). No dia 24, foram encaminhados pelo diretor do Inpe, Leonel Fernando Perondi, ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.
Em agosto, foram desmatados 890,2 km², um salto de 208% sobre os 288,6 km² do mesmo mês de 2013. Em setembro foram 736 km², 66% mais que no ano passado.
Assim, nesse que é o primeiro bimestre do “ano fiscal” do desmatamento amazônico, a taxa de aumento combinada foi de 122% -tradicionalmente, os dados de desmatamento são medidos de agosto a julho.
Um dos fatores para o aumento do desmatamento pode ser a expansão da agropecuária, que é o único setor da economia cujo PIB tem crescido significantemente.
Além disso, anos eleitorais costumam ter aumento de desmatamento, supostamente em função de uma menor fiscalização, e as mudanças recentes na legislação ambiental podem ter estimulado os desmatadores a aumentar o ritmo das suas atividades.
Segundo o Ibama, houve ainda uma intensificação da atuação do crime organizado no desmatamento para a venda ilegal de madeira.
A Folha de S.Paulo tentava obter esses dados do Inpe desde 20 de outubro. Segundo a direção do Ibama, o órgão tem segurado a divulgação de dados do desmatamento para evitar que sejam usados pelo crime organizado para fugir das ações de fiscalização.
“Quando eu coloco os dados na tela, o criminoso pega aquilo e sabe onde vai o Ibama”, diz o diretor de proteção ambiental do órgão, Luciano de Meneses Evaristo, “Muitos dizem que o Ibama esconde os dados. O Ibama esconde os dados do bandido”, disse Meneses. Segundo ele, foi feita uma operação no fim de agosto no Pará, com 11 mandados de prisão, o que diminuiu os alertas em setembro.
(Diário do Pará)
Imagens meramente  Ilustrativas RP

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

-QUE CULTURA!!! - Herrar é umano


GAZETEIRA ESTÁ FORA DE VEZ

VEREADORA QUE NÃO COMPARECIA AS SESSÕES, PERDE O MANDATO DEFINITIVAMENTE EM RURÓPOLIS

 
Em breve cerimônia realizada na Câmara municipal de Rurópolis na manhã desta quinta-feira, 06/11/14, o presidente da Casa Jonas Lourenço da Silva – PT, acompanhado de outros vereadores e representações políticas, reconduziu ao cargo de vereador VALMIR RIBEIRO DE MATOS – PP. Valmir popularmente como Mil, volta a ocupar a vaga deixada por Flora Maria Variani que perdeu o mandato no final de 2013, após exceder o número de faltas permitido no regimento interno da casa.
Demonstrando total falta de respeito com seus eleitores e seus colegas vereadores Flora dificilmente comparecia as sessões da câmara de vereadores, a agora ex legisladora faltou 41,47% das sessões, mais que 1/3, do permitido pela Lei Orgânica Municipal em um ano legislativo, fato que levou a presidência da casa no fiel cumprimento da Lei, extinguir o mandato da vereadora e dar posse a seu suplente imediato.
Mil assumiu no dia 17 de fevereiro de 2014, participou ainda de duas sessões, mas logo deixou o cargo pela força de uma limitar conquistada por Flora Variani que entrou com um mandato de segurança e foi reconduzida ao cargo onde se manteve até o dia 06/11/14, quando a Drª Karla Cristina Sampaio Nunes, Juíza de Direito da Comarca de Itaituba reconheceu a legitimidade da mesa diretora da Câmara De Rurópolis e suas ações, julgando portanto improcedente o mandato de segurança impetrado por Flora Maria Variani e extinguindo o processo.
DISSE A JUIZA EM SEU DESPACHO: “ Destarte, conforme os fundamentos explanados verifica-se que o impetrado, desde a data de sua posse, no dia 01 de Janeiro de 2013, tem legitimidade para atuar como presidente da mesa diretora da Câmara Municipal de Rurópolis, inclusive declarando a perda de mandato nos casos legais e mediante o devido procedimento legal e administrativo.
Isto posto, e por tudo mais que dos autos conta, extingo o processo com resolução do mérito nos termos do Art. 269, I do CPC e da Lei 12/16 de 2009, e JULGO IMPROCEDENTE O PEDIDO DE MANDADO DE SEGURANÇA, impetrado por Flora Maria Variani, contra o ato do presidente da mesa diretora da Câmara de Rurópolis Jonas Lourenço da Silva” 
Em sua fala no retorno ao parlamento Ruropolense, Valmir Ribeiro de Matos –Mil, que é professor, disse que cumprirá dignamente o seu dever de vereador e que a sua posição será de caminhar junto com as pessoas que sempre estiveram a seu lado e que está pronto para cobrar melhorias necessárias para as pessoas que realmente precisam. 
A posse de Mil, é mais uma vitória da oposição frente ao governo do prefeito de Rurópolis, entre tantas podemos relembras a briga do PSDB e o Prefeito para tentar tomar na marra a presidência da Câmara após ser derrotado por seu principal desafeto político Jonas Lourenço-PT, que conseguiu reverter a situação recorrendo ao judiciário, mais recende foram as derrota nas urnas no primeiro e no segundo turno das eleições, quando seus candidatos Simão Jatene e Aécio Neves foram superados por Helder Barbalho e Dilma Roussef que ficaram com quase 70% dos votos e agora a perda do mandato de Flora Variani, sua fiel aliada e defensora da Câmara Municipal.
Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS
Titulo RP

Sou radialista, com muito orgulho

Por/ JOTA PARENTE

-Quando alguém me pergunta qual é minha profissão, eu não tenho dúvidas em responder: Radialista e Jornalista.


Foi no Rádio que tudo começou em 1971, mês de agosto. Já faz uns bons dias.

Hoje o meu ganha pão é o jornalismo, junto com minha esposa Marilene, atividade que me permite dar uma boa qualidade de vida para o meu amado Parentinho. Mas, não abro mão do rádio, no meu programa semanal O Assunto É este, na Alternativa FM e de quebra estou tendo oportunidade de matar a saudade dos comentário de jogos de futebol, ao lado dos amigos Darlan, Weliton, Ivan e Kaiser.

Foi no rádio que ganhei a vida para criar meus amados três filhos mais velhos, Ingo, Glenda e Raoni. E por tudo que a latinha tem representado ao longo dos meus 64 anos, tenho muito orgulho de ser radialista, sempre.

7 de Novembro, Dia do Radialista.

Viva o Rádio! Viva o Radialista!

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

O MISTÉRIO CONTINUA SOBRE O DESAPARECIMENTO DO AVIÃO INVISÍVEL

AVIÃO E PILOTO CONTINUAM DESAPARECIDOS  DESDE 19 DE FEVEREIRO DE 2.014 (QUASE 9 MESES SE PASSARAM)
E AS AUTORIDADES NADA SABEM E O QUE SE SABE E QUE PARECE QUE ESQUECERAM  E TUDO FICOU COMO ESTÁ
NENHUMA PISTA, NINGUÉM SABE, NINGUÉM VIU!
Pois é gente,o Daniel continua desaparecido!!! Estamos na mesma sem nenhuma noticia!!! ‪#‎misterio‬ que um dia sei que Deus vai nos revelar!!!


A matéria abaixo  foi publicada em 28 de abril 2014 neste BLOG 
É incrível este Brasil, o homem sumiu com o avião uma região que já foi registrados outros vários sumiços e as forças de segurança, de inteligência não conseguem achar sequer uma pista do paradeiro dele? Este caso, assim como outros desvela a precariedade da segurança tanto do espaço aéreo brasileiro quanto das forças de segurança e resgate na selva. Lamentável.

O desaparecimento do piloto de avião Daniel Martins, de Telêmaco Borba, na região dos Campos Gerais do Paraná, completou dois meses neste sábado (19).

Depois de dez dias procurando, a Força Aérea Brasileira (FAB) cancelou as buscas por falta de pistas. A família contratou pilotos particulares, mas eles também não encontraram vestígios da aeronave e de Daniel. De acordo com a FAB, nos últimos 15 anos, 12 aviões sumiram na mesma região, entre o Pará e o norte do Mato Grosso. 

O piloto, de 49 anos, está desaparecido desde o dia 19 de fevereiro. Ele saiu de Novo Progresso, no Pará, às 12h. Por volta das 16h, ele pararia em Rondonópolis, no Mato Grosso, para abastecer e, em seguida, seguiria para Telêmaco Borba, onde chegaria no início da noite. De acordo com a família, Daniel decolou, mas não chegou a fazer a primeira parada.

Daniel morava em Telêmaco Borba e viajou para o Pará onde compraria propriedades na região. Com oito anos de experiência, ele havia feito o mesmo trajeto três vezes na aeronave.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

O PT ALOPROU

O PT aloprou pra valer, mas, pela primeira vez, fala a verdade: resolução do partido confessa querer a reforma política para se impor como partido único, prega a revolução cultural para conquistar a hegemonia e deixa claro que proposta de diálogo de Dilma é uma farsa

O PT, finalmente, fala a verdade — pode não ser toda ela, mas é parte dela ao menos. Nesta segunda, a Comissão Executiva Nacional do partido divulgou uma resolução espantosa (clique aqui para ler a íntegra). Trata-se de um dos textos mais rancorosos e esquerdopatas desde que o partido chegou ao poder, em janeiro de 2003. Vale dizer: 12 anos no comando do país, com chance de chegar a 16, não aplacaram, como diria o poeta, a fúria do algoz. Ao contrário. O texto tem, reitero, ao menos a virtude da sinceridade:
a: deixa claro que a disposição para o diálogo do governo Dilma é uma farsa;
b: confessa que seu objetivo é promover o que chama “revolução cultural” para construir a “hegemonia”;
c: evidencia que o objetivo da reforma política é mesmo aniquilar ou subordinar as demais vozes da sociedade.
Eu nunca tive dúvida a respeito desses propósitos. Mas havia quem tivesse. Agora, não precisa ter mais. Os petistas o confessam.
Entre outras barbaridades, pode-se ler no documento: “A oposição, encabeçada por Aécio Neves, além de representar o retrocesso neoliberal, incorreu nas piores práticas políticas: o machismo, o racismo, o preconceito, o ódio, a intolerância, a nostalgia da ditadura militar”. Uma única mentira constrange; uma borrasca delas assume certo tom de comicidade. Note-se que não vai acima o perfil de um partido adversário, mas o de uma força que tem de ser eliminada.
Esse é o partido que terá o comando do governo, ao qual pertence a presidente Dilma Rousseff, que diz querer o “diálogo” com a oposição. Mais: Aécio obteve 48,36% dos votos — 51.041.155. Quer dizer que metade do eleitorado votou no racismo, no machismo, no ódio, na intolerância e na nostalgia da ditadura? Um texto como esse é um acinte e um disparate. Essa gente está no comando do país, o que explica muita coisa.
Reitero, no entanto, que não falta à resolução ao menos a virtude da sinceridade. O texto confessa: “É urgente construir hegemonia na sociedade, promover reformas estruturais, com destaque para a reforma política e a democratização da mídia”.
O leitor pouco familiarizado com alguns termos próprios da política pode não identificar, mas o PT está se referindo à “revolução gramsciana”, numa referência ao teórico comunista italiano Antonio Gramsci. Na mesma resolução, o partido deixa claro: “Para transformar o Brasil, é preciso combinar ação institucional, mobilização social e revolução cultural”.
O que é “hegemonia”? É a ditadura perfeita. Prefiro citar o próprio Gramsci, que a definiu como ninguém. Para que você entenda a referência, é preciso saber que ele chamava o partido que comandaria a sociedade como o “Moderno Príncipe”. Leiam o que escreveu:
“O Moderno Príncipe, desenvolvendo-se, subverte todo o sistema de relações intelectuais e morais, uma vez que seu desenvolvimento significa, de fato, que todo ato é concebido como útil ou prejudicial, como virtuoso ou criminoso, somente na medida em que tem como ponto de referência o próprio Moderno Príncipe e serve ou para aumentar o seu poder ou para opor-se a ele. O Moderno Príncipe toma o lugar, nas consciências, da divindade ou do imperativo categórico, torna-se a base de um laicismo moderno e de uma completa laicização de toda a vida e de todas as relações de costume”.
Entenderam? A revolução cultural gramsciana, que conduz à hegemonia, esta que o PT agora diz abertamente querer, faz do “partido” a única verdade possível. Desaparecem os valores e a moral. Será crime o que o partido definir que é crime. Será virtude o que o partido definir que é virtude. Toda ação, diz Gramsci, deve ser analisada apenas segundo um critério: ela serve para aumentar o poder do partido ou para combatê-lo? Se servir para aumentar, não importa o que seja, é bom; se servir para combatê-lo, não importa o que seja, é ruim.
Mensalão, aloprados, roubalheira na Petrobras??? Aumentam o poder do partido? Então são virtudes.
E o PT dá o caminho da sua busca pela ditadura perfeita. Está lá na resolução:
- reforma política, precedida de um plebiscito, através de uma Constituinte exclusiva;
- democracia na comunicação, com uma Lei da Mídia Democrática — isso quer dizer “censura”;
- retomada do projeto que entrega a administração federal a conselhos populares.
A resolução do PT retira a máscara do segundo governo Dilma e deixa claro que aqueles que embarcarem nessa conversa estarão pondo a corda no próprio pescoço. Assim, tudo o que os políticos comprometidos com a democracia representativa puderem fazer para que os petistas não assumam o comando da Câmara deve ser feito.
Para encerrar, observo: não se iludam os líderes do PMDB. O partido está na mira da “revolução cultural” petista, cuja hegemonia, obviamente, só poderia ser conseguida com a destruição da legenda aliada.
Espalhem o texto. Agora não há mais disfarce. É projeto ditatorial mesmo! Mas não vão conseguir.
PS: Aí o idiota diz: “O Reinaldo acha que o PT é comunista!”. Não! Eu não acho! Quando vejo Lula e Zé Dirceu, penso em outros tipos… Em comunistas, não! Nunca disse que o PT é comunista. Digo que é autoritário com pretensões totalitárias. Isso, eu digo.
Por Reinaldo Azevedo

DSEI TAPAJÓS DESLOCA PARA MANAUS SEU QUADRO DE FARMACEUTICOS PARA ENCONTRO NACIONAL



Manaus/Am - Está acontecendo na cidade de Manaus, entre 03 a 07 de novembro no Da Vinci Hotel  & Conventions, grande Encontro Nacional de Assistência Farmacêutica da Saúde Indigna, oferecido pelo Sistema Nacional de Gestão  de Assistência Farmacêutica - HÓRUS.


Farmacêuticos: Tiago, Ana Claudia e Rodrigo
Da cidade de Itaituba seguiram os farmacêuticos Tiago Tertulino, Rodrigo PradoAna Claudia que estão participando do aludido encontro, e que prestam seus trabalhos profissionais no raio de ação de responsabilidade do Distrito Sanitário Especial Indígena do  Rio Tapajós e que atende uma população indígena superior a 10 mil pessoas.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

DILMA PLANTOU A DISCÓRDIA E O SEPARATISMO NO BRASIL

FRASE


"Eu não vou abandonar esse projeto e não abandonaria se fosse eleito vice-Governador. Talvez algumas pessoas não acreditaram, mas quem me conhece e sabe como tenho agido de todas as formas, é sabedor que esse é um projeto de primeira linha, que nós não podemos abandonar. Eu quero dizer aqui, que só existe uma forma de deixarmos de ser de fato reféns de Belém, que é criando o Estado do Tapajós. Se não criarmos esse Estado, vamos continuar sendo reféns de Belém. Nessa eleição, fomos reféns também do comportamento do povo de Belém e da Região Metropolitana. Esse é o caminho que temos que seguir, independente de onde quer que estejamos." 
(Lira Maia, Deputado Federal e candidato a vice-governador do Pará na chapa de Helder Barbalho, em entrevista ao jornal O Impacto, defendendo a continuidade da luta para criação do Estado do Tapajós)
-PUBLICADO ORIGINALMENTE NO BLOG O MOCORONGO

-QUE CULTURA!!! - HERRAR É UMANO


BOLSA FAMILIA - MONUMENTO À INÉRCIA!

ÊTA MARANHÃO DO SARNEY
    
   Bolsa Família por estado!
  r25dq6L.png
RFpYJQ9.png
Encaminhado pelo irado Míster JUMM inimigo no. "1" de esmoleis oficiais 

domingo, 2 de novembro de 2014

Nono dígito começa a valer a partir de hoje

Nono dígito começa a valer a partir de hoje (Foto: Reprodução)
A partir deste domingo (2), quem for ligar para celulares do Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará e de Rondônia deverá discar o dígito 9 antes do número do telefone. A medida começa a valer à meia-noite (horário de Brasília) e abrangerá 453 municípios nos cinco estados.
No momento da discagem, o nono dígito deve ser acrescentado por todos os usuários de telefone fixo e móvel que liguem para celulares desses Estados, independente do local de origem da chamada. Os números atuais, com oito dígitos, continuarão a funcionar por dez dias.
De 12 de novembro até 9 de fevereiro, chamadas feitas com oito dígitos serão interceptadas e uma mensagem sonora informará sobre a necessidade de se colocar o 9 à frente do número. Depois disso, as chamadas sem o nono dígito não serão completadas. 
A medida já foi implementada no Espírito Santo, Rio de Janeiro e em São Paulo e tem como objetivo ampliar a oferta de números de celulares no país. Em 31 de maio de 2015, está prevista a inclusão do nono dígito nos Estados de Alagoas, Pernambuco, da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí.
A partir de 11 de outubro de 2015, será a vez de Minas Gerais, da Bahia e de Sergipe. Até o fim de 2016, todo o território nacional terá o nono dígito, com a inclusão do Paraná, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul, de Rondônia e do Acre, além da região Centro-Oeste.
Além de comunicados pelos jornais, nos portais das operadoras, nas faturas de serviços e nas redes sociais, os usuários vão receber mensagens de texto por SMS. A Agência Nacional de Telecomunicações também disponibilizou uma cartilha detalhando como será o processo de transição.
O cliente é responsável pela atualização dos dados, bem como de sua agenda de contatos. As operadoras prometem disponibilizar aplicativos para fazer a mudança automática nas agendas dos celulares. Também é preciso ficar atento para as atualizações necessárias no caso de aplicativos que usam os números de celulares.
O WhatsApp, por exemplo, que permite a troca gratuita de mensagens, já faz a atualização automática da numeração, mas pode haver interrupção no envio de mensagens no período da mudança, necessária para a sincronização das contas. Outros aplicativos, como o Viber, usado para fazer chamadas grátis por meio da internet, precisam de adaptação nos locais onde há mudança de número. 
(Agência Brasil)

SAUDADES SEM FIM


"O SENHOR DEU, O SENHOR TIROU (BENDITO SEJA O NOME DO SENHOR!!!)
+Manuel Tertulino Filho
+Maria José de Azevedo Tertulino
+Walde Maria Tertulino de Oliveira

PARA MEU PAI

DIA DOS FINADOS

Amanhã que é dia dos mortos
Vai ao cemitério. Vai
E procura entre as sepulturas
A sepultura de meu pai. 

Leva três rosas bem bonitas.
Ajoelha e reza uma oração.
Não pelo pai, mas pelo filho:
O filho tem mais precisão. 

O que resta de mim na vida
É a amargura do que sofri.
Pois nada quero, nada espero.
E em verdade estou morto ali.


PARA MINHA  MÃE


ENTRE A CRUZ E ESPINHOS

Preferia perder muito…
Mas não queria de perder!
Se perdesse minha mão
E não  tivesse como a bênção receber
Iria chorar muito menos
De que a desgraça de te perder
Nessas horas de aflição
Só mesmo DEUS pra me socorrer!

Preferia perder mil vezes
Tudo que consegui neste plano
Perder as horas do dia
E dos acertos,  até o engano
Perder o mês mais festivo
Dos doze que tem no ano
Só não queria te perder
É duro, cruel é insano!

Preferia perder meu futuro
E os ideais que tento esconder
Preferia perder meu ânimo
E nos outros me socorrer
Poderia perder minha história
E até meu coração parar de bater
Só não queria uma coisa
Minha mãezinha perder

Você que lê meu lamento
Preste bastante atenção
Poderá ter perdas imensas
mas, a maior é a proteção
principalmente a materna
que flui do coração
o amor de mãe é bendito
não é amor…é paixão.

Sigo a vida caminhando
Tropeçando entre espinhos
Quando choro correm  lágrimas
Dos meus olhos tristes e sozinhos
Os afagos de minha mãe
Se transformaram em saudosos carinhos
E minha vida ficou  presa
Entre a cruz  e os espinhos.

                                   Para minha Santa Mãe Maria José
                                                               25/03/07 às 02h46’


PARA MINHA IRMÃ

NÃO MINHA IRMÃ…NÃO CHORE!...

Não chore mais!...
Mesmo que a saudade
Que tua alma invade
Te deixe muito triste
Sei que isso é Verdade.

Não chore mais!
Lampejos de recordação
Acalentam meu coração
Que nossos pais estão bem
Sempre em plena união

Não chore mais!
Já sofremos bastante
Nada é como antes
Eles foram para o céu
É a realidade do instante

Não chore mais!
O céu é um belo lugar
Nossos pais estão lá
E deste plano que estamos
Só nos resta orar

Não chore mais!
A vida continua
A luta é árdua e crua
Só sobrevivem os fortes
Mesmo com amargura

Não chore mais!
Vejo minha mãe em você
Todo momento que querer
Seu gestos, são os  mesmos dela
Graças a Deus tenho você!

Não chore mais!
Dê prosseguimento em sua vida
Seu nome também tem MARIA
Nome sagrado de nossa mãe
Que nos honra todo dia

Não chore mais!
A força de nossa mãe está em você
Que é muito forte pra sofrer
E entregar sua vida ao nada
Assim nossa mãe, não queria te ver!

Para minha irmã Walde Maria 21/05/07 às 19h15